bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

Bogotá moderna é algo que contrapõe à outra Bogotá, a tradicional. A capital colombiana oferece progresso em diversos de seus bairros, ainda que em outros o cenário seja o da desigualdade social. Entre tantas diferenças, uma Bogotá moderna surge entre os casarões do bairro da Candelária.

Outros bairros da cidade, como o Salitre e o norte, constituem uma Bogotá moderna, com edifícios novos, muitos com uma arquitetura contemporânea. Porém, quase todos, exceto alguns do centro e outros da Calle 100, são de poucos andares. Isso transforma Bogotá em uma cidade semi-horizontalizada.

O post apresenta informações para quem quer mudar o ângulo de visitação à capital da Colômbia, conhecendo uma Bogotá moderna. Para isso, alguns lugares devem ser visitados.

Bogotá moderna e vertical

O edifício Colpatria, na Carrera 7, quase na Calle 26, é o maior da cidade. Na região, outros edifícios superam a altura média da cidade (5 andares). A construção fica iluminada durante a noite, com jogos de cores e luzes que podem ser avistados de quase toda Bogotá.

bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

O edifício Colpatria, à esquerda, se destaca no cenário.

O curioso é que o edifício Colpatria, que pode ser visitado, está rodeado de construções antigas. A obra, garantida pelos engenheiros como antissísmica, se mistura a lojas e construções térreas que abrigam comércios tradicionais. O cenário é destacado desde o Monserrate, mas quando observamos de perto a imagem se dissipa.

Modernidade e antiguidade

No centro da capital, a Bogotá moderna se mistura com a Bogotá antiga, como ricos e pobres se mesclam na paisagem social. Ao redor da mais antiga universidade da cidade, a Universidade do Rosário (1653), encontramos construções que apontam para algo contemporâneo. Isso constrói um cenário diversificado.

Bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

O claustro da Universidade do Rosário está rodeado de edifícios modernos.

Ao lado da Universidade do Rosario, encontramos a Calle de las Aguas, reservada apenas aos ônibus do Transmilenio. Ainda que acompanhe a arquitetura da cidade, de tijolos de barro, a rua tem seu ar de modernidade.

Bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

A Calle de las Aguas é rota do Transmilenio.

Salitre e o norte: modernos e sofisticados

O Salitre e os diversos bairros do norte são a essência da Bogotá moderna, dedicada a atividade residenciais e comerciais. Nas duas regiões, encontramos shopping centers modernos, como o Gran Estación, no Salitre, o Titan e o Unicentro, ambos no norte. Quem está em busca de compras, esses são os melhores endereços. Também encontramos hospitais modernos, como a Clínica Sanitas, na Calle 24 (Salitre).

Nessas mesmas regiões, nos deparamos com uma Bogotá moderna por sua distribuição habitacional. Os bairros do norte e o bairro Salitre possuem praças agradáveis e arborizadas, o que demonstra uma preocupação com o bem estar dos moradores. Entretanto, isso não acontece em regiões mais modestas da cidade, onde o esquecimento passa a ser uma norma arquitetônica.

bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

As praças da cidade, especialmente no norte, são arborizadas.

No bairro de Usaquén, encontramos o passado e o futuro no mesmo espaço, com o Trem de la Sabana atravessando a rica região. Essa Bogotá moderna é motivo de surpresa para muitos que visitam a capital colombiana. Mas uma coisa é certa: quem pensa que vai descer do avião e encontrar uma cidade modesta e bagunçada, está equivocado. Há outra Bogotá em meio ao caos comum das grandes cidades, e a modernidade está presente na capital colombiana.

bogotá moderna
Foto: Denis Renó.

O Trem de la Sabana atravessa o bairro de Usaquén, que mistura passado e futuro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here