Buenos Aires

Quando o assunto é Buenos Aires, uma das primeiras coisas que surgem à mente é o tango. Esse estilo musical, que provoca debate entre uruguaios e argentinos sobre sua origem, é um dos símbolos de Buenos Aires. Porém, não é somente de tango que vivem os porteños. Esse post vai apresentar alguns passeios interessantes que podem ser feitos em Buenos Aires, com pouco tempo e dinheiro.

A capital argentina também é marcada pela política. Por isso, um endereço importante de se visitar é a Casa Rosada, localizada no centro da cidade. O local é a sede do governo argentino e é rodeada de manifestações populares, como as Madres da Plaza de Mayo. São mães que se reúnem permanentemente em busca de notícias de seus filhos desaparecidos na ditadura argentina (1976-1983).

Buenos Aires
Foto: Denis Renó

Casa Rosada é um importante cartão postal de Buenos Aires

Buenos Aires para a leitura

Um dos passeios mais interessantes a se fazer em Buenos Aires é conhecer, e ler, obras literárias na Livraria El Ateneo. Considerada a segunda livraria mais bonita do mundo, o local era um teatro e se transformou em uma bela loja de livros. Mas você pode ir ao local para tomar um café, ao invés de comprar livros. Pode-se ler o que tem em suas prateleiras. Tudo em um belo teatro de época.

Buenos Aires
Foto: Denis Renó

El Ateneo é um teatro livraria. Ou uma livraria teatral?

A livraria El Ateneo fica no centro, próximo de diversas atrações turísticas ao visitante. Recomendo que, ao chegar, peça um café com uma medialuna dulce. Enquanto não servem o seu pedido, escolha um livro e prepare-se para uma leitura ao estilo porteño.

O revitalizado Puerto Madero

Uma região especialmente bonita e imprescindível de visitar é o Puerto Madero, um canal onde nos fins de tarde pode-se ver pessoas remando tranquilamente, além da oportunidade de passear de barco ou mesmo visitar o navio Museu Fragata Sarmiento, ancorado no porto permanentemente.

Buenos Aires
Foto: Denis Renó

Edifícios modernos margeiam o Puerto Madero.

 

Buenos Aires
Foto: Denis Renó

O museu está ancorado permanentemente no canal.

A região é moderna, com edifícios comerciais, bares, cafés e mesmo universidades. A tranquilidade se mistura à segurança do local, onde pode-se caminhar e observar um belo fim de tarde. Entretanto, não se recomenda um passeio noturno pelas redondezas sem tomar cuidado. Afinal, Buenos Aires é uma cidade grande, e seus problemas são do mesmo tamanho.

La Boca e El caminito

Próximos um do outro, é possível visitar os dois em uma única excursão de táxi ou ônibus até o local. Recomendo que primeiro visite El Caminito, onde é possível passear tranquilo e encontrar um lugar para um belo assado. Há diversas lojas de lembranças e artesanatos pelas ruas, além de muita arte urbana e instalações. Além disso, sobram atrações humanas pelas ruas, como um sósia do Maradona, além de músicos de rua que se apresentam tocando de tango a samba.

 

Buenos Aires
Foto: Denis Renó.

El Caminito é um lugar atípico.

 

Um samba portenño é algo, no mínimo, inusitado

Em seguida, já cansado de caminhar, ande mais um pouco até La Bombonera, o estádio do Boca Juniors, um dos mais populares times de futebol da Argentina. Lá surgiu Diego Maradona. Embaixo do estádio, que pode ser visitado por dentro, há um interessante museu do time. Vale muito a pena conhecer o local.

Buenos Aires
Foto: Denis Renó.

O estádio é um ponto turístico de Buenos Aires, especialmente o tobogã dos visitantes.

Finalmente, aproveite a oportunidade para conhecer o bairro. Ele passa a impressão de perigo, mas na realidade é seguro e interessante, pois oferece uma imersão em uma Buenos Aires de verdade, diferente da turística Santelmo.

Ir a Buenos Aires pode parecer um passeio por um bairro brasileiro. Não é. Ainda que encontremos muitos brasileiros por lá, e venda de produtos tupiniquins, a cidade é autêntica. É argentina. A alma da sociedade argentina está à beira do Rio da Plata, assim como a sua excentricidade cultural, artística e gastronômica. Quem conhece Córdoba sabe disso. O mais importante: falam portunhol, como nós.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here