Foto: Luciana Renó.

A cidade é a capital de um departamento com o mesmo nome, e vizinha de Ciudad Juarez, há anos considerada uma das cidades mais violentas do mundo por culpa do narcotráfico mexicano. Ainda sim, oferece una tranquilidade aliada à história e à cultura da região. Seu nome é Chihuahua.

Localizada no norte do México, Chihuahua oferece uma estrutura urbana moderna (mas longe de ser uma Nova Iorque), além de ser a capital mexicana do chapéu de cowboy. A moda country também é uma lei na região, que fica muito perto dos Estados Unidos e fabrica produtos que depois são vendidos aos texanos do outro lado da fronteira. Mas em Chihuahua também podemos descobrir outros pontos em comum entre as duas culturas – mexicana e norte-americana.

Chihuahua
Foto: Denis Renó.

Algumas regiões da cidade oferecem uma estrutura de grandes centros.

A região foi habitada por diversos grupos pré-colombianos, como os Tepehauanes, los Conchos, os Rarámuris e Tobosos. Mas também viveram incursões dos Apaches provenientes do território que hoje pertence aos Estados Unidos da América (o Texas). Seus primeiros contatos com a cultura espanhola foram em 1528, na expedição organizada por Álvar Núñez Cabeza de Vaca, conquistador que depois passou a ser governador de Río de la Plata, na América do Sul.

Mas não encontramos somente história em Chihuahua. Há uma rica beleza cultural que pode ser encontrada na arquitetura local por suas construções históricas, além da arquitetura moderna de uma cidade muito bem estruturada, ainda que viva uma desigualdade social que não deixa o desenvolvimento chegar em suas zonas periféricas com camadas sociais mais baixas. Mas a cultura está impregnada nas raízes da cidade. Também podemos sentir a cultura através do artesanato Tarahumaras, grupo indígena até hoje presente na região e que habita especialmente Barrancas del Cobre, que falaremos adiante no blog.

A cultura popular também está presente em Chihuahua. Em suas ruas, podemos encontrar grupos musicais cantando as músicas rancheras típicas da região. Outra maneira de sentir a cultura mexicana é caminhando pelas ruas, onde chapéus, botas e roupas country são a moda local, ainda que essa moda siga alguns conceitos de uma cultura vizinha – a dos texanos- Os tacos temperam o passeio e, seguramente, foi onde comi os melhores em todas as cidades mexicanas. Nessa região também encontramos os huevos rancheros, perfeitos para um café da manhã.

Compreender o México significa também considerar a cultura do consumo presente no país. Talvez pela proximidade geográfica com os Estados Unidos. Mas há diferenças entre os dois países. O México não permite a todos os cidadãos o intenso consumo cultural, o que salva parte das tradições.

Com certeza, entre tantas características materiais, podemos dizer que a melhor experiência em Chihuahua é o céu, impressionante durante o dia e inesquecível ao final disso. O que podemos saber é que Chihuahua, fácil destino desde a Cidade do México, é algo a se considerar para sua próxima viagem.

Passeios em Chihuahua: 

São muitos os passeios disponíveis em Chihuahua, e a melhor maneira de circular pela cidade é caminhando a partir do centro. Também é fundamental reservar um tempo para experimentar os sabores de Chihuahua, e descobrir as diferenças da região em comparação com outras cidades do país.

Comércio popular

As crenças e a medicina popular são traços culturais visíveis em Chihuahua. Estes exemplos estão por toda parte da cidade, mas com maior intensidade no centro. São produtos “milagrosos” que oferecem a cura para diversos males, desde a feiura até as traições conjugais. Ainda que sejam promessas distantes de solução por um produto, o povo acredita nisso e compra os produtos. Caminhar pelo centro pode ser um passeio divertido.

Chihuahua
Foto: Denis Renó.

“Quitar lo feo” é algo impossível através de um creme? Não em Chihuahua.

Arquiteturas inesquecíveis

A arquitetura de Chihuahua é rica e mistura em diversos momentos da história com a modernidade. Os pátios centrais nas construções são típicos em Chihuahua e seguem os conceitos das construções antigas da Espanha. A diferença entre essas construções é que nos prédios mexicanos é a vegetação, típica do México. Ir a Chihuahua e não conhecer a arquitetura local é o mesmo que não conhecer a cidade.

Chihuahua
Foto: Denis Renó.

Entre paredes, cresce a natureza mexicana.

Museus

Entre os destaques, temos o Museu de Pancho Villa, que conta com informações relacionadas aos heróis da revolução mexicana. Na realidade, Chihuahua é um museu sobre Pancho Villa a céu aberto. Mas um dos lugares fundamentais para se conhecer é o museu dedicado ao passado do revolucionário.

Chihuahua
Foto: Denis Renó.

Os museus de Chihuahua valorizam a sua história.

Compras

Há dois tipos de compras disponíveis na cidade. O primeiro deles está no centro de Chihuahua. Lá, encontramos roupas, chapéus e acessórios da moda rancheira tradicional do norte do México. São roupas que podem ser compradas somente por lá e traduzem muito bem a cultura dessa região mexicana. Outras opções de compras são os produtos tradicionais, universais e que podem ser encontrados em qualquer cidade. Mas em Chihuahua os preços são mexicanos. Uma excelente opção é o Fashion Hall Chihuahua, que oferece lojas e restaurantes, além de salas de cinema da rede Cinépolis.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here