Passagem
Foto: Denis Renó

Passagem é um dos custos que pesam em uma viagem, especialmente quando se trata de uma viagem internacional. Mas não podemos nos esquecer que a alimentação também custa caro, assim como a hospedagem. Entretanto, é possível reduzir um pouco o custo da viagem tomando alguns cuidados. Mas, como?

A resposta é simples. Viagem requer planejamento, e quanto melhor e antecipadamente planejada, mais fácil de obter alguns descontos. Também existe o uso de milhas de cartão de crédito, mas disso dependemos das empresas. Cada uma possui as suas regras de prazo e uso.

Essa publicação apresenta seis dicas obtidas com um histórico de compras de passagens para diversos lugares e diferentes tipos de viagem. Algumas das dicas aqui apresentadas contradizem reportagens publicadas pela imprensa, algumas destas de maneira manipulada. Esperamos que, com as dicas, fique mais fácil e barata a sua próxima viagem.

Passagem
Foto: Denis Renó.

Para garantir o seu embarque, planeje sua viagem.

Passagem na hora certa

A primeira dica é comprar passagem na hora certa. Algumas reportagens falam que o ideal para comprar passagem é entre 30 e 60 dias do embarque, quando esse é internacional, e 20 a 40 dias quando o voo é nacional. Entretanto, isso não procede. Viajo em dezembro deste ano para Portugal. Comecei a cotar o custo da viagem, quando um voo direto custava, em valores aproximados, R$1.900,00. Uma semana depois, quando comprei as passagens, o preço estava em R$2.400,00. Hoje, 60 dias antes da viagem, a mesma passagem custa (no momento em que escrevo essa reportagem), R$4.983,00. Portanto, planeje seu voo.

Passagem comprada nos últimos 90 dias

Com 90 dias de antecedência, aquela passagem que subiu de preço começa a baixar para poder ocupar os espaços que podem ficar vagos. Então as companhias aéreas começam a fazer descontos. Mas não se esqueça de que a passagem está mais barata em comparação ao preço que ficou exageradamente caro meses antes. A mesma passagem, que hoje custa R$4.983,00, há pouco mais de um mês custava R$7.200,00. Se você tiver de comprar sua passagem sem planejamento e antecedência, então prefira comprar com menos de 90 dias. Mas não tenha dúvidas que as empresas vendem mais passagens do que cabem no avião. Todas apostam nas desistências, e por isso ocorre overbooking com frequência.

Dia da compra

Existem histórias que definem o melhor dia para comprar passagens. Alguns defendem que o melhor dia para comprar a passagem é na terça-feira, outros na quarta. Entretanto, companhias aéreas se ajustam aos dias que compramos a partir e algoritmos de busca. Portanto, não se trata de um dia bom, mas do momento ideal e da maneira correta. Mas uma coisa é certa: nos fins de semana aumentam as buscas por passagem aérea, e isso aumenta o preço pela “lei da oferta e da procura”. Portanto, prefira compras entre terça e quinta-feira. Sugiro que você acompanhe por um período de duas semanas o preço ao invés de comprar na primeira opção. Porém, algumas empresas fazem promoção de verdade.

Data de viagem

As passagens mais caras têm saídas aos domingos ou segundas-feiras, assim como retornos às sextas-feiras. Isso acontece porque são os dias em que passageiros a trabalho regressam às suas casas ou seguem ao seu destino. Além disso, se você viaja a passeio, o ideal é viajar num sábado e aproveitar os passeios já no domingo.

Horário da viagem

Passagem em voo com embarque durante a madrugada costuma ser mais barata. Entretanto, é importante calcular os custos de transporte ao aeroporto e também o cansaço. Uma opção para descansar antes do voo é dormir em hotéis próximos ao aeroporto, ou mesmo dentro deles. Além disso, os voos que saem nesses horários costumam oferecer lindas paisagens das janelas, quando as nuvens permitem.

Páginas de compra de passagem

Apesar de alguns passageiros preferirem as agências de viagem, cresce a compra de passagem por páginas web. O site de busca de passagens Google Voos oferece cotações de preço sem cobrança de taxas de serviço. Sites especializados, como Decolar, Submarino, entre outros, costumam apresentam um cenário de preços e opções de voos para o seu destino, mas cobram uma taxa de serviço na hora do pagamento. As companhias de viagem também apostam em suas páginas, vendendo itinerários diretamente. Porém, recomendamos a seguinte sequência de ações antes de comprar seu voo:

  1. Abra uma página protegida em seu navegador e acesse Google Voos para consultar as opções.
  2. Após escolher a melhor opção, consulte, em outra página protegida, o preço do mesmo voo (ou de outros) nas empresas especializadas.
  3. Consulte a companhia aérea para ver se as condições são iguais.

A partir desta sequência, é possível comprar uma passagem com preços mais baratos. Já encontrei na Decolar opções melhores que no próprio Google Voos e em sites de companhias aéreas.

Passagem
Imagem: Denis Renó

Páginas especializadas, como a Google Voos, oferecem busca em diversas companhias.

Com essas dicas, provavelmente a sua viagem ficará um pouco mais barata. Com isso, sobrará dinheiro para refeições no seu destino, ou para aquele passeio desejado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here